6 diferenças definitivas entre negócio próprio e franquia

De um lado indicadores prevendo uma melhora na economia, do outro 13 milhões de Brasileiros que perderam seu emprego e precisam voltar a gerar renda para suas famílias Aprenda os aspectos que não podem deixar de ser avaliados para sua decisão.

 

Escolher entre abrir um negócio próprio ou uma franquia é realmente uma decisão delicada. Há diferenças bem grandes entre as duas opções e errar pode trazer grandes prejuízos.  Cada formato tem seus prós e contras. A grande verdade é que não existe uma “única decisão correta” sobre esta escolha.

 

Quem vai tomar essa decisão precisa se preparar e avaliar diversos aspectos sobre estes modelos de negócios, próprio ou franqueado, e também sobre seu perfil pessoal e fôlego financeiro.

Preparamos um Guia definitivo com 40 tópicos fundamentais para você não errar na escolha de sua franquia.
Baixe Grátis: http://bit.ly/escolhafranquia

Este não é o tipo de escolha que se pode fazer enquanto houver insegurança. Veja abaixo as principais diferenças a serem avaliadas ao comparar a abertura de um negócio próprio ou uma franquia:

1) Diferenças de autonomia – Se você é aquele empreendedor dinâmico que gosta de mudar o produto/serviço e implantar suas soluções criativas, você pode ter problemas dentro do sistema de franquias que vai zelar pela padronização. Ideias são sempre bem-vindas, mas quem decide o que vai ou não pra frente será sempre o franqueador.

Por outro lado, franqueados não precisam “inventar a roda”. É sempre muito provável que o Franqueador através de seu know-how na administração da rede já tenha soluções para lhe transmitir agilizando as correções e reduzindo riscos de erros.

AVALIE: Você se adapta bem a padrões estabelecidos por outras pessoas? Qual o valor que a liberdade de inovar em seu negócio tem para você?

 

2) Diferenças de Investimento para abertura – Afirmar que é mais barato abrir um negócio próprio é uma visão muito superficial sobre este investimento. Em uma primeira análise do projeto de abertura pode parecer que montar o negócio com sua própria marca demanda investimento até 70% menor que uma franquia. Contudo, esses projetos nem sempre consideram o custo do “tempo” e do “erro”. Na abertura de um negócio próprio você precisará investir tempo descobrindo os fornecedores certos, os detalhes da obra e projeto arquitetônico, os veículos de divulgação e escopo de um processo seletivo. Além do plano de marketing ideal de lançamento.

AVALIE: Antes de comparar o custo de abertura de uma franquia ou um negócio próprio, atribua uma margem percentual para custos inesperados com os erros naturais de quem está fazendo algo pela primeira vez. Somente assim sua avaliação poderá ser completa.

 

3) Diferenças em custos – Após a abertura uma franquia soma custos fixos com taxas do franqueador, e isso aumenta sua necessidade de capital de giro. Mais que isso, estes são custos a mais durante todo o contrato.

Por outro lado, temos novamente o custo do aprendizado do empreendedor que está abrindo um negócio próprio. Dificuldades de achar bons fornecedores, preços mais altos devido ao volume pequeno de compras, custos mais altos de marketing, perdas no processo de produção/execução do serviço no período inicial de formatação da operação pode elevar muito as despesas.

AVALIE: Neste ponto, sua vivencia no mercado será determinante para escolha. Se você tem experiência o suficiente no mercado que escolheu, o seu negócio próprio terá menos custos em médio/longo prazo por não demandar taxas. Para os inexperientes, o negócio próprio pode significar muito prejuízo com erros.

 

4) Diferenças na Gestão de Pessoas – Saber fazer não é saber ensinar a outras pessoas a fazer. Você está abrindo um negócio, não uma vaga de emprego para você. É fato que para ganhar escala você precisará de funcionários e não poderá “executar” sozinho todo serviço ou produção.

Franquias tem processos de capacitação pré-formatados e manualizados. Muitas delas contam com ferramentas de ensino a distância.

AVALIE: Qual o seu nível de capacitação para Gestão de Pessoas dentro do segmento que escolheu? Você já liderou pessoas? Sabe como motivá-las e capacitá-las? Sabe fazer uma boa entrevista com candidatos? Ter manuais e treinamentos para essas tarefas tem valor para você?

 

5) Diferenças em Marketing –  A vantagem de marketing ao fazer parte de uma Franquia é inegável, mas elas não fazem todo o marketing por você.

Em redes de Franquia o Marketing da marca é subsidiado pelo fundo de marketing, resultante da taxa paga por cada um dos franqueados. Através dele seu negócio tem acesso a mídias de alto custo onde dificilmente chegaria sozinho. Ao menos não imediatamente.

Cada franqueado também precisa investir no marketing local. Atraindo clientes de sua região para sua franquia. Esse é um investimento que todo negócio precisa ter, seja próprio ou franquia. Contudo, a força de uma marca com presença e visibilidade é inegável no marketing. Através dele os clientes já chegam a empresa praticamente decididos pela compra, pois já foi seduzido atrás de diversos veículos. Então, não é incomum que apesar de também fazer marketing local, o franqueado precise de um orçamento menor para isso.

 

AVALIE: Você tem muitos concorrentes neste segmento? Seu produto ou serviço tem uma procura espontânea? Ter uma marca reconhecida pode te trazer um volume muito maior de clientes?

 

6) Disposição para assumir riscos – A diferença definitiva

Todos os aspectos a serem avaliados tem um ponto central em comum: RISCOS. Ao fazer a análise, deve-se atribuir uma nota de risco para cada um deles, de acordo com a experiência do empreendedor no segmento para cada aspecto citado acima.

É importante que o futuro empresário entenda que risco estão sempre ligados ao folego financeiro para suportar os casos onde ocorre um revés.

O Risco deve ser sempre ponderado frente ao potencial de ganho em assumi-lo. É verdade que a taxa de mortalidade de franquias é de 3,7% contra 24% em negócios próprios, segundo o Sebrae. Mas, toda grande rede de franquias começou com a ideia inovadora de um negócio próprio. Qual o caso do seu negócio?

Cada pessoa é única em suas potencialidades, por isso não existe um único caminho correto para esta decisão. Então, após considerar todas as diferenças entre os formatos, a reflexão pode ser concluída respondendo:

Como sua realização com o negócio, sucesso financeiro e crescimento poderá ser maior: Um negócio próprio ou uma Franquia? Em qual deles está a chave do seu sucesso?

PENSANDO EM ESCOLHER UMA FRANQUIA?

Preparamos um Guia definitivo com 40 tópicos fundamentais para você não errar na escolha de sua franquia.

Baixe Grátis: http://bit.ly/escolhafranquia

1 Comment

  • Jeidson Smart

    Reply Reply 3 de novembro de 2017

    Excelente texto! Gratidão

Leave A Response

* Denotes Required Field