Como fazer uma carta de cobrança amigável para clientes inadimplentes!

Como fazer uma carta de cobrança amigável para clientes inadimplentes!

Não existe jeito de fugir das dívidas de seus clientes. Quanto mais você crescer, mais fácil de ter que lidar com isso, portanto, o melhor jeito é se preparar e nunca perder seus clientes por falta de uma cobrança amigável.

Muitas vezes, seu cliente não é alguém querendo dever, talvez seja apenas uma vítima de situações muito maiores que ele, portanto, é preciso ter cuidado e entender cada situação de modo singular. Mais importante ainda, é preciso manter essa relação de modo saudável, afinal, você quer que eles continuem sendo seus clientes.

E não estamos falando de simplesmente cobrar quem está devendo, mas de usar isso para organizar, planejar e ter qualquer ordem. Mesmo que nada disso impeça sua empresa de se manter em dia com suas cobranças.

Por isso é tão importante ter uma carta de cobrança oficial e que te coloque em sintonia com as vontades e necessidades de cada cliente inadimplente.

Uma cobrança amigável pode salvar uma relação

É imprescindível para a saúde financeira de sua empresa ter um modelo de carta de cobrança que lide bem com os devedores, abra portas para os pagamentos e, ainda por cima, o deixe sempre pronto para voltar a gastar seu dinheiro com sua empresa.

E não importa se você tem uma pequena empresa ou está gerindo uma multinacional, se você tem devedores, tem que ter uma carta de cobrança que trate esse assunto com a importância e o carinho que é necessário.

Seu cliente é seu bem mais importante, portanto, nunca perca de vista a certeza de que um cliente inadimplente é alguém que, mais cedo ou mais tarde, voltará a consumir seu produto ou serviço. É melhor manter esse relacionamento bem e tirar proveito dessa situação.

Do mesmo jeito, é importante saber que uma carta de cobrança existe para facilitar seu trabalho, criar uma automatização diante da dívida, e não perder tempo tendo que criar um material diante de cada situação diferente.

Quanto melhor e mais completa for sua carta de cobrança, maior sua produtividade, já que mantém o dinheiro da inadimplência entrando sem necessariamente ficar gastando energia com cobranças.

Não só isso, é preciso saber como cobrar, qual melhor momento e como lidar com cada tipo de cliente inadimplente. Quando você cria novas possibilidades de liquidar essas pendências, fica muito mais fácil que seus clientes encontrem um jeito de pagar.

E quanto mais organizado for esse planejamento, mais chances de você ver seus clientes regularizados em tempo e você conseguir basear seus próximos passos já contando com esse dinheiro em seu caixa, mesmo que um pouco mais demorado.

Como escrever uma carta de cobrança amigável

O primeiro passo que você precisa dar na hora de escrever uma carta de cobrança amigável é entender que o seu envio não pode nunca extrapolar os direitos do consumidor. É preciso ter cuidados e não extrapolar essas cobranças.

Uma carta de cobrança deve ser um aviso, mas também um convite amigável para novas negociações e pagamentos dessas dívidas.

É importante que uma carta de cobrança eficiente tenha detalhes que a tornam, tanto objetiva, quanto amigável. Não pode parecer uma simples cobrança, mas uma oportunidade irrecusável.

De modo prático, é preciso que ela abra sempre com o nome do cliente inadimplente e todas informações que você tem sobre ele, já que é preciso que ele tenha certeza que a carta é para ele.

Na sequência, é importante que você mostre a razão da carta, explique qual dívida você está cobrando e data do vencimento. No caso de algum tipo de pré-acordo é preciso citar a parcela ou o mês que está inadimplente.

É bom deixar claro que em caso de acordo não pago isso pode quebrá-lo, mas também é importante não espremer seu cliente diante da pressão de uma parcela não paga. O que, independente de acordo ou não, deve levar você às propostas de pagamentos.

Disponibilize jeitos de efetuar esse pagamento, descontos e facilidades. Faça com que seu cliente perceba que aquela carta, além de uma cobrança, é uma oportunidade.

Fugir das dívidas não é possível, nem para a empresa, que mais cedo ou mais tarde lidará com inadimplência, muito menos para o cliente, que precisará encontrar jeito de pagar as dívidas a partir de uma proposta de sua empresa. O que manterá toda relação aberta para novas comprar e seu cliente ainda mais confiando em sua marca.

Leave A Response

* Denotes Required Field