O que são talentos nas organizações?

O que são talentos nas organizações?

Todo mundo diz que o bem mais precioso de uma empresa é seus colaboradores, mas é difícil enxergar só isso em diversas situações. Assim, como também pode ser difícil enxergar onde estão os talentos. E ai conversa vai ainda mais longe, já que é preciso saber o que são talentos.

Quando se fala que é preciso implementar uma estratégia e um planejamento que atraia e retenha os talentos, quase sempre esquece de falar que, mais importante que isso, é preciso identificar esses talentos.

Chamar a atenção dos talentos não é suficiente, é preciso conseguir enxergar quem eles são e como essas pessoas conseguem extrapolar a média e poderão fazer com que a eficácia de sua empresa seja maior.

Portanto, entenda como identificar e reter esses talentos em sua empresa e fazer com que eles sejam seu bem mais valioso.

Afinal, o que são talentos?

O talento pode ser identificado através de desenvoltura? Desempenho? Dom? Talvez seja um pouco de tudo, portanto identificá-los é um trabalho que precisa ser feito corretamente.

São características e ações que fazem com que esse talento se sobressaia do resto dos colaboradores, mesmo com ambos estando no mesmo ambiente e estando diante das mesmas necessidades e possibilidades.

É como se houvesse ali uma capacidade a mais de fazer o que todos estão fazendo, mas de um jeito mais eficiente e até mais aperfeiçoado. O talento é facilmente identificável quando já está em uma equipe.

Não confunda com dom, com algo nato, o talento tem a ver com uma habilidade que consegue ser desenvolvida e aperfeiçoada. O dom pode nunca ser despertado, mas o talento está “com a mão na massa”, é quem garante que os “99% de transpiração” não dependa do “1% de inspiração”.

Um talento tem comprometimento e se destaca fazendo aquilo que todos estão fazendo, mas joga com o semelhante, não com algo tão diferente que nem parece estar ali no mesmo lugar. Um talento sabe trabalhar em equipe e faz com que ela alce voos maiores ainda.

O talento, às vezes, pode ser simplesmente identificado pela disciplina e pelo esforço constante, não apenas por um trabalho solo. Esses talentos podem ser bons para diferentes necessidades da empresa e da equipe. As engrenagens de um relógio não são iguais, mas cada uma faz seu trabalho perfeitamente bem.

Como trabalhar para reter talentos?

Tão importante quanto identificar esses talentos é, justamente, conseguir fazer com eles estejam junto de você. O impacto desse investimento em seu negócio pode ser tão importante quanto, por exemplo, a qualidade de seu serviço.

O prejuízo de não reter seus talentos pode ser o fracasso monetário, já que mudanças tiram dinheiro da empresa, assim como novos treinamentos e períodos de adaptação de novos funcionários desaceleram o ritmo de seu planejamento.

A retenção de talento é um conjunto de práticas e planejamentos que farão o esforço necessário para que os profissionais talentosos se interessem por sua empresa, mas também, que, uma vez dentro, enxerguem ali uma carreira interessante e uma possibilidade de se manterem por anos nela.

Um talento se interessa por permanecer na empresa quando sente que duas variáveis estão em dia com seu plano de carreira: Produtividade e valor.

Enquanto seu colaborador entender que consegue manter uma produtividade alta e usa isso de motivação, entenderá sua importância dentro da empresa. E isso precisa significar para ele uma sensação de valorização. Seu trabalho precisa fazer sentido e ser valorizado.

O talento enxerga sua alta performance e vê sua produtividade se tornar uma moeda de troca, tanto com a empresa, quanto com seu futuro.

Aperfeiçoar um talento é o mesmo que investir na sua empresa. Enxergar esse talento é o jeito mais fácil de investir esse dinheiro. Retê-lo é o planejamento de crescimento mais eficiente que você terá ao seu alcance.

Se seu bem mais valioso são seus colaboradores, os talentos em meio a eles são verdadeiras pedras preciosas e precisam ser lapidadas e guardadas.

Leave A Response

* Denotes Required Field